sábado, 9 de março de 2013

Gideões: A colheita ainda não acabou, avante!



       Alguém sabe que tema é esse? É o tema do 31º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora.
        Um tema maravilhoso, pois sabemos que a obra missionária precisa avançar até a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo.
        Mas eu me questiono porque um evento como esse precisa de tema se não ouvimos um pregador sequer pregar de acordo com o tema.
        O presidente do Gideões, Pr. Cesino Bernardino é um grande homem de Deus. Sempre ouço ele testemunhando que é Deus quem o orienta a respeito do tema.
Será que Deus daria um tema para o Pr. Cesino e não orientaria nenhum pregador a pregar a respeito de tal tema?
        Por que as mensagens pregadas no Gideões, dificilmente, falam sobre MISSÕES? Os pregadores pregam sobre prosperidade, costumes, falam mal de pastores, se digladiam no púlpito, mas MISSÕES... NADA.
        Sabem por que as pessoas não contribuem mais com MISSÕES? Porque não se ouve pregações sobre a obra missionária.
        Frequento o congresso do Gideões desde a minha infância. As mensagens pregadas dentro do Ginásio Irineu Bornhausen impactavam a nossa vida. Eu ficava horas lá dentro sem conseguir sair, porque o poder de Deus tomava conta daquele lugar.
        Mas, as mensagens eram pregadas com autoridade e unção e o tema MISSÕES estava sempre no coração dos pregadores. Na ocasião não precisava de palavra de oferta de uma hora nem precisava de pastores apelando para o povo ofertar, pois após a pregação todos estavam com o coração ansioso para ofertar e assim entregavam, voluntariamente, tudo o que tinham para a obra missionária.
        Isso que estou escrevendo não é para ofender ninguém. É apenas o apelo de um coração que ama missões e deseja ouvir mais sobre missões. Pregadores, preguem com paixão pela obra missionária. Para quem ainda não sabe o tema do Congresso, repito agora: Gideões: A colheita ainda não acabou, avante!

Um abraço a todos os gideonitas,

Cleusinara Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário